Cadastre seu email e receba este eBook gratuitamente.
quero receber

Socorro! Meu bebê não ganha peso!

O baixo peso é sem dúvidas motivo de apreensão dos pais, pois pode denotar fragilidade ao longo da história de vida da criança.

Dúvida mais frequente dos pais:
– Por que meu bebê não ganha peso, mesmo alimentando-se normalmente?

Nem sempre gordura pode ser vista como saúde e peso adequados, principalmente se a mamãe notar que a imunidade de seu bebê está sempre abaixo da média; e para verificar sobre a imunidade, basta observar se a criança tem adoecido com mais frequência do que comumente acontece.

Um problema ainda muito comum é quando os pais superalimentam seus bebês, para que eles continuem rechonchudos, só porque nasceram assim.
Uma dica para que as mamães fiquem atentas…

– não servir suco de frutas para bebês menores de um ano de idade;
motivo: quando fazemos o suco da fruta retiramos todas as suas fibras e disponibilizamos frutose (açúcar presente nas frutas) livre, elevamos o índice glicêmico do líquido (se oferecer o suco, que ofereça então a fruta com casca ou bagaço).

Não basta aumentar o peso corporal do bebê com mamadeiras de farináceos, é preciso oferecer alimentos, calóricos, porém, nutricionalmente completos. Seu filho é reflexo de seus atos, portanto, seu estilo de vida influenciará na maneira de seu filho se alimentar.

Pense duas vezes antes de oferecer refrigerantes, salgadinhos, gelatinas, e doces em geral.
O que seu filho ganha com isso? Alimentos ricos em açúcares, sódio e gorduras artificiais, que irão causar inflamação e uma série de doenças decorrentes: obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e até as autoimunes.

Invista em uma alimentação variada e balanceada, ou seja, a mais natural possível, evitando alimentos embalados, enlatados, embutidos. Incentive-o desde cedo o consumo de frutas, verduras e legumes, carnes (com sua gordura natural).

Uma maneira correta de estimular seu filho a comer é sentando à mesa, e comendo juntamente com ele, longe da TV. Insista na oferta de alimentos novos, pois é comum a rejeição alimentar na primeira vez. Deixe o bebê sentir a textura dos alimentos e apreciar o sabor.

Crianças magras não são sinônimos de crianças doentes, pelo contrário, se seu filho está com crescimento e desenvolvimento normais não há com o que se preocupar, mesmo que ele ganhe peso mais lentamente.

Outra característica que também deve ser considerada é o biotipo corporal da criança, ou seja, se o bebê come bem e com qualidade, se seus exames de sangue estão normais, se é uma criança ativa, que engatinha, anda e brinca, há uma forte herança genética.
Vale a pena lembrar que se houver necessidade realmente de ganho de peso, que essa seja feita com qualidade nutricional.

Aumente o peso da sua criança consultando primeiramente o nutricionista e o pediatra e fazendo uma mudança nos hábitos alimentares, escolhendo alimentos nutritivos e ricos em calorias como: macarrão integral, banana, mel, azeite etc.

Texto de Krisley Mendonça Amorim (Nutricionista – CRN1/5011)
Fontes de pesquisa:
http://www.scielo.br/pdf/paideia/v10n18/06
http://pt.wikihow.com/Aumentar-o-Peso-de-Crian%C3%A7as

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *