Cadastre seu email e receba este eBook gratuitamente.
quero receber

O cantinho do pensamento, funciona?

cantinho do pensamentoMuitas pessoas não acreditam no resultado do cantinho do pensamento. Talvez por nunca terem tentado, ou se tentaram, fizeram de maneira incorreta.
Os resultados são explícitos e verdadeiramente eficazes.

O cantinho do pensamento é uma estratégia que dá certo, pois limita a criança, educa e ensina, sem nenhuma agressão.

O castigo, como era tratado nos tempos das nossas avós, hoje ganha um novo título (cantinho do pensamento); os tempos mudaram, nossa educação evoluiu, e nós pais precisamos acompanhar, e entender; para não perder o controle diante da educação de nossos filhos e para não deixarmos de educá-los.

O limite dado na hora certa é a melhor correção que qualquer criança pode ter.

Nós pais não temos que achar TUDO bonitinho, temos sim que separar o certo do errado e ensinar para nossos pequenos que existem essas diferenças, a criança que recebe esse tipo de orientação desde pequena não sofrerá no futuro conseqüências ou punições mais severas, e por outras pessoas que não somos nós, seus pais.

Pense nisso! E eduque seu filho com carinho, mas não deixe de aplicar uma medida certa: o cantinho do pensamento.

Tem escolas que aplicam o castigo, mas não é correto, somente os pais ou responsáveis pela criança é quem deve aplicar, pelo fato do amor que envolve as partes ser diferente do amor da professora, a criança deve entender que a educação deve vir primeiro de casa, o papel da escola é dar continuidade a esta educação.

COMO IMPLANTAR O CANTINHO DO PENSAMENTO

Os elogios e as recompensas podem reforçar um bom comportamento. Para o mau comportamento, um tempo de castigo (exclusão) pode ser muito útil.

Esse procedimento requer um relógio de cozinha e uma cadeira. A cadeira é colocada em um local sem diversões (por exemplo, brinquedos ou televisão) e a criança deverá permanecer sentada na proporção de 1 minuto por ano de idade (por exemplo, com 5 anos permanece por 5 minutos sentada).

Antes, deve ser explicado a ela quais são os comportamentos considerados inadequados e qual será o castigo caso eles aconteçam.

Na primeira vez que ela se comportar inadequadamente, será advertida. Na segunda vez, será levada para a cadeira e será explicado a ela porque está de castigo, qual foi o comportamento inadequado.

A criança não deve ser colocada no próprio quarto, em um local escuro ou amedrontador. O castigo (exclusão) é um processo de aprendizado para a criança, o ideal é que ela seja utilizada para tipos determinados de comportamento inadequado.

Tente durante uma semana, 15 dias, um mês, ou seja, insista um pouco mais, não desista na primeira semana.

Muitas vezes, torna-se necessário que os pais também sejam acompanhados, pois eles passam por muitos sentimentos ambivalentes, como ansiedade, frustração, impotência, insegurança; algumas sessões com um profissional de coach para pais, prestará grande auxílio.

18 comentários

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *