Cadastre seu email e receba este eBook gratuitamente.
quero receber

Entendendo tudo sobre gêmeos

Hoje iniciamos uma conversa sobre as curiosidades que mães de filhos gêmeos compartilham e que certamente será de interesse comum entre outras mamães…

Há quem diga que cuidar de um só já é difícil, quão dirá de dois ou três de uma só vez!
Esse é um desafio diferente para as mães de gêmeos, e o melhor: elas conseguem!

gemeos

Fonte: com adaptações e pareceres psicopedagógicos de Angela Vilhena
http://www.professorinterativo.com.br/diversos/Trab_Inter18/05_gemeos.htm

Chama-se gêmeos a dois ou mais irmãos que nascem de uma mesma gestação da mãe, podendo ser idênticos ou não. Por extensão, as crianças nascidas de partos triplos, quádruplos ou mais também são chamados de gêmeos. Apesar de não haver uma estatística precisa, estima-se que uma em cada 85 gravidezes é gemelar. Existem três maneiras de nascerem irmãos gêmeos:

  • Gêmeos bivitelinos (fraternos)
  • Gêmeos univitelinos
  • Gêmeos xifópagos (siameses)

Leia nesta matéria sobre cada um deles.

Curiosidades

O maior grau de gemelidade em que todos os bebês nasceram e se conservaram vivos é oito (óctuplos); no mundo inteiro, até agora, só foram registrados dois grupos de óctuplos. O primeiro caso ocorreu em dezembro de 1998 no Texas e o outro em janeiro de 2009 na Califórnia, Estados Unidos. No primeiro caso, sobreviveram sete crianças e no segundo, as oito.
As gravidezes de mais de dois conceptos representam 1% de todas as gestações gemelares. Podem ser idênticos, fraternos ou uma combinação dos dois tipos, meninos ou meninas.

Parecer Psicopedagógico

Aqui percebemos a descoberta de uma mãe com gravidez de gêmeos, onde passa pela sua mente muitas interrogações, como: será que eu vou conseguir?

– chegar até o final da gravidez…

– dormir algum dia na vida…

– educar dois ao mesmo tempo…

– manter meu relacionamento conjugal…

– o parto…

– separar um do outro, sim ou não?

…tantas e tantas coisas…

E é sobre essas preocupações que falaremos neste artigo: O que fazer para respeitar a identidade de filhos gêmeos com Angela Vilhena (Psicopedagoga e Coach de Pais)

 

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *