Cadastre seu email e receba este eBook gratuitamente.
quero receber

10 DICAS para melhorar o comportamento infantil no ambiente escolar

comportamento infantilManter o controle de crianças pequenas num dia-a-dia escolar não é fácil, principalmente se não diversificamos as atividades no planejamento, é necessário que façamos inovações, pois a mesmice não encanta ninguém.

O primeiro passo para trabalhar o comportamento infantil, é ampliar a sua tolerância, pois precisará  de muita paciência e jogo de cintura.

Veja 10 SUPER DICAS para melhorar o comportamento infantil na rotina escolar.

1) NA SALINHA
– O planejamento pedagógico deverá conter atividades lúdicas, dinâmicas e atividades didático-pedagógicas, para crianças dessa idade, uma atividade deve vir seguida de outra, ou seja, evite ociosidade, para manter o controle da turma.

2) NO PATIO
– Trabalhar os acordinhos antes de sair de sala todos os dias, explicar para as crianças o que irão fazer lá fora, e o que não poderão fazer. Para crianças que gostam de sair correndo, coloquem elas para conduzirem a filinha, confeccione ainda chapéu de soldado (jornal), e aventais (TNT) coloridos com o nome AJUDANTE DO DIA, a criança se sentirá importante e vai concentrar-se mais. Em todas as estratégias, é muito importante a professora falar devagar, sem gritar e de preferência com todas sentadas no chão (rodinha), fica mais fácil prender a atenção delas enquanto sentadas.

3) NO REFEITORIO
– Não servir a comida sem antes, cantar uma musica do lanche, almoço ou jantar. Em hipótese nenhuma deverá forçar a criança a comer e sim estimular. Não apressar a criança, propicie a ela um momento de tranquilidade e prazer.

4) NO HORÁRIO DO SONINHO
– Para o horário do soninho funcionar bem, é necessário que a toda rotina que antecede este horário também aconteça. Não force a criança a dormir, convença repetindo todos os dias no mesmo horário uma história tranquila, e uma música instrumental ou cantada (ninar), não balance a criança demasiadamente, essa estratégia não vai ajuda-la a pegar no sono, passe a mão devagar em suas costas e faça cafuné (carinho) em sua cabeça. Nunca ameace ou amedronte a criança caso ela não durma, diga para ela ficar quietinha, deitada, descansando, pois os demais coleguinhas querem dormir.

5) NO FINAL DO DIA

– utilize atividades de contação de história, filmes adequados para a idade, brinquedo lego, a criança está cansada, deixe-a à vontade para escolher o que prefere enquanto seus pais não chegam, evite deixa-la ociosa, porém não cobre mais nada dela.

6) NÃO FAÇA AFIRMAÇÕES NEGATIVAS

– Não diga na frente da criança que ela é travessa ou que está impossível, pois só reforçará em sua mente este tipo de comportamento, mude o foco, dizendo que ela está de parabéns, pois já está melhorando ou não irá mais fazer isso – elogie, evitando rotular a criança;

7) USE RECURSOS LÚDICOS
– Tente planejar mais dinâmicas, brincadeiras, musiquinhas para todos os momentos da rotina, tenha em mãos aventais temáticos, dedoches, para improvisar uma chamada de atenção;

8) INOVE
– Evite a mesmice, da mesma forma que os adultos cansam da mesma coisa todo dia, as crianças também cansam e mais rápido do que se imagina;

9) MANTENHA A CALMA
– Não brigue com a criança, converse. Seja firme, mas não grite nem denote descontrole;

10) AME SUA VOCAÇÃO
– Se você como educadora, ama o que faz, nunca perca o foco do capricho e da dedicação, pois são duas qualidades que não podem faltar em nenhuma educadora.

Boa Sorte!

Fonte: texto retirado do livro Manual da Criança, autora: Angela Maria de Sousa Vilhena (todos os direitos reservados)

2 comentários

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *